Após sessões de baixa, soja volta a subir em Chicago nesta 6ª e tem máximas de 3 dias

31/07/2020
Publicado por: Thiago Agro Forte

Oferta maior no país vizinho mantém espaço menor para reação dos prêmios brasileiros

Depois de algumas sessões de baixas, os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago voltaram a subir nesta sexta-feira (31). Os preços tinham altas de 5 a 6 pontos, por volta de 7h55 (horário de Brasília), nas posições mais negociadas. Assim, o agosto valia US$ 8,97 e o novembro, US$ 8,93 por bushel.

O mercado se ajusta depois dos últimos recuos e segue se posicionando à espera de novas notícias, principalmente vindas do lado da demanda. Assim, o mercado alcança suas máximas em três dias na CBOT e, no mês, acumula ganhos que superam 1%, como explicam analistas e consultores internacionais.

Após sessões de baixa, soja volta a subir em Chicago nesta 6ª e tem máximas de 3 dias

Publicado em 31/07/2020 07:52524 exibições

LOGO nalogo

Depois de algumas sessões de baixas, os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago voltaram a subir nesta sexta-feira (31). Os preços tinham altas de 5 a 6 pontos, por volta de 7h55 (horário de Brasília), nas posições mais negociadas. Assim, o agosto valia US$ 8,97 e o novembro, US$ 8,93 por bushel.

O mercado se ajusta depois dos últimos recuos e segue se posicionando à espera de novas notícias, principalmente vindas do lado da demanda. Assim, o mercado alcança suas máximas em três dias na CBOT e, no mês, acumula ganhos que superam 1%, como explicam analistas e consultores internacionais.

“Os grãos sobem nesta sexta-feira diante de sinais de uma demanda mais forte vindos de uma necessidade maior da China e da continuidade das compras da nação asiática no mercado norte-americano”, afirma a consultoria Allendale, Inc.

Por:

Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja

Fonte:

Notícias Agrícolas