Soja: Oportunidades para o BR geradas pela guerra comercial são limitadas em 2019 pel...

07/05/2019
Publicado por: sitehouse

Oferta maior no país vizinho mantém espaço menor para reação dos prêmios brasileiros

Depois de um dia turbulento na sessão de ontem (07), o mercado da soja na Bolsa de Chicago (CBOT) tem um momento mais calmo nesta terça-feira (07).

A turbulência veio por conta das ameaças de Donald Trump via Twitter de que as taxações sobre os produtos chineses que entram nos Estados Unidos iriam subir de 10% para 25% já na próxima sexta-feira (10).

Steve Cachia, diretor da Cerealpar, ressalta que o mercado agora busca entender esses movimentos e os novos capítulos da guerra comercial. Ontem houve, ainda, a divulgação dos números do plantio nos Estados Unidos. É preciso observar como esse fator fundamental irá se mostrar nas cotações, mas o foco deve continuar sendo Estados Unidos e China.

Entretanto, há notícias de que a China estaria enviando seu premiê para Washington para uma nova rodada de negociações, o que poderia acalmar os ânimos a respeito dessa situação.

Confira a entrevista completa no vídeo abaixo.

 

Por: Carla Mendes e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Por Gustavo Chavaglia – Presidente Aprosoja SP